Bastou uma rápida caminhada hoje numa de nossas trilhas para avistarmos hoje o picapau de cabeça amarela. O que nos chamou a atenção e nos encantou foi o enorme topete que ele tem na cabeça. Conheça um pouco mais sobre ele:

João-velho
Nome científico: Celeus flavescens
Ordem: Piciformes
Família: Picidae
Nome popular: maria-velha, pica-pau-de-cabeça-amarela
Tamanho: 28-30 cm

O joão-velho é um pica-pau vistoso, habitante de matas e capoeiras, que pode visitar pomares nas vizinhanças. Visto sozinho ou em casal, em geral a alguma altura, ocasionalmente pode descer até mesmo ao chão em busca de alimento. Alimenta-se de insetos, como formigas, larvas, cupins e besouros; sua dieta também inclui frutos. Ingere inteiros os de menor tamanho, como os da caapororoca; bica seguidamente os frutos maiores, como os da embaúba, arrancando pedaços de polpa. Sua biologia reprodutiva é mal conhecida; sabe-se apenas que faz ninho em ocos de árvores.
Particularidades da espécie nas serras do Mar e Paranapiacaba: Comum, é fácil de observar, tanto ao redor das sedes das unidades de conservação como em trilhas e estradas que atravessam a mata.
Cardápio variado: Todas as 50 espécies brasileiras de pica-paus têm o hábito de perfurar madeira ou casca em busca de presas animais. Muitos de nossos pica-paus, entre eles o joão-velho e o benedito, comem também frutos, tanto silvestres como cultivados, e podem dispersar suas sementes.

Fonte: Guia de Aves – Mata Atlântica Paulista – Serra do Mar e Serra de Paranapiacaba

 

Mídias / Redes Sociais : Entre em contato com Suporte Informática S.A. Studio Artte http://www.studioartte.com.br